21°C 27°C
Natal, RN
Publicidade

Fátima Bezerra destaca importância de Natal como sede da Copa do Mundo Feminina

Localização geográfica do Rio Grande do Norte favorece o deslocamento de delegações, torcedores e turistas para o mundial; em 2014 a Arena das Dunas sediou o mundial masculino

24/05/2024 às 18h45
Por: Adrovando Claro Fonte: Governo RN
Compartilhe:
foto: Sandro Menezes
foto: Sandro Menezes

Em conversa com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues, a governadora Fátima Bezerra ressaltou a importância em manter Natal como uma das sedes da Copa do Mundo Feminina que será realizada no Brasil em 2027, após decisão anunciada pela FIFA em reduzir a utilização de doze para dez estádios brasileiros.  A medida da entidade que rege o futebol mundial não inclui a Arena das Dunas na competição.

Rodrigues garantiu à governadora a realização de uma inspeção técnica da CBF para reavaliar as condições estruturais da Arena das Dunas. A vistoria precede a visita de inspetores da FIFA ao estádio potiguar que será realizada entre julho e agosto deste ano. “Vamos mandar antecipadamente uma equipe da CBF para levantar todos os pontos necessários para municiar a inspeção da FIFA com todas as informações sobre o Arena das Dunas”, garantiu o presidente da CBF.

Fátima Bezerra destacou a importância do futebol feminino no Rio Grande do Norte e Nordeste, além do fato de o estado potiguar ser governado por uma mulher. “Temos aqui um enorme crescimento do futebol feminino e uma mulher governando o Rio Grande do Norte. Não seria justo ficarmos de fora da copa feminina”, frisou a governadora.

Localização geográfica

O dirigente da CBF concordou com a governadora, destacando a localização geográfica do Rio Grande do Norte, que favorece o deslocamento de delegações, torcedores e turistas para o mundial em comparação com outras sedes brasileiras. “A localização de Natal é central e estratégica em relação à Europa e África”, acrescentou Ednaldo Rodrigues, que destacou o papel crescente da mulher dentro do futebol. “Uma das prioridades da CBF atualmente é investir fortemente em colocar o futebol feminino para gestoras, administradoras, preparadoras físicas, criando uma imensa cadeia produtiva”.

Em 2014, durante o mundial masculino, e bem avaliada pela FIFA, a Arena das Dunas abrigou quatro partidas: Camarões x México, Estados Unidos x Gana, Japão x Grécia e Itália x Uruguai. As partidas atraíram torcedores e turistas dos países participantes.

Mundial Feminino

A décima edição da principal competição de seleções do futebol feminino será a primeira disputada na América do Sul. Por ser o anfitrião da competição, o Brasil está naturalmente classificado. Os demais nove países da Conmebol vão disputar três vagas. O Mundial Feminino 2027 será o segundo com 32 seleções participantes, repetindo o formato da Copa de 2023, vencida pela Espanha.

Lenium - Criar site de notícias