21°C 27°C
Natal, RN
Publicidade

Mostra de Cinema de Gostoso anuncia vencedores e celebra marca de uma década de evento

Entrega dos prêmios foi realizada, na noite desta terça-feira (28), com um encerramento cheio de celebração

29/11/2023 às 17h14
Por: Adrovando Claro Fonte: G7 Comunicação
Compartilhe:
foto: Rogério Vital
foto: Rogério Vital

 A entrega da premiação da 10ª Mostra de Cinema de Gostoso foi realizada durante a cerimônia de encerramento, na noite desta terça-feira (28), na sala de cinema montada ao ar livre nas areias da Praia do Maceió, em São Miguel do Gostoso/RN. Ao todo foram cinco dias de exibições, além da realização de seminários, debates e palestras. A edição comemorativa dos 10 anos contou com convidados nacionais e internacionais, além de maior participação do público popular.  

O anúncio das premiações foi feito pelos diretores da Mostra, Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld, para uma plateia formada por atores, cineastas, diretores, jornalistas, estudantes, turistas, convidados e comunidade.

O filme “O Dia Que Te Conheci”, de André Novais Oliveira, foi escolhido o melhor longa-metragem pelo júri popular. E o filme “As Marias”, de Dannon Lacerda, o melhor curta-metragem.

O Troféu da Crítica foi para o filme “Saudade fez Morada Aqui Dentro”, de Haroldo Borges, na categoria Longa-metragem; e o filme “A Edição do Nordeste”, de Pedro Fiuza, na categoria curta-metragem.

Na categoria Menção Honrosa, o prêmio foi para o filme “Estranho Caminho”, de Guto Parente.

O Prêmio Mistika oferta R$ 35 mil reais em serviços de finalização de imagem para o filme “O Deserto de Akin”, além de mais 25 horas de estúdio de pós-produção de som aos filmes “O Deserto de Akin” e “A Voz de Deus”. Já o Prêmio DOT, com 35 mil reais de serviços de finalização de imagem será entregue ao filme “A Voz de Deus”.

A Mostra de Cinema de Gostoso aconteceu entre os dias 24 e 28 de novembro.

A programação da 10ª edição contou com nove longas-metragens e 17 curtas-metragens de 11 estados brasileiros, distribuídos entre as mostras Competitiva, Panorama, Coletivo Nós do Audiovisual e Sessão Especial.

Neste ano, a parceria com a Petrobras viabilizou a inauguração de um novo espaço de exibição para a Mostra Panorama, batizado de Sala Petrobras. Localizada na praia do Maceió, em uma tenda climatizada em formato geodésico, a sala recebeu quatro longas e sete curtas-metragens.

“Chegarmos a 10ª edição é sem dúvida memorável e gratificante. Em uma década foram muitas as transformações que a Mostra passou, sempre para melhor e com muito trabalho e desafios. Encerrar essa edição, com as presenças de tantas pessoas, como realizadores, atores, diretores, jornalistas, críticos, público em geral, sendo muitos de vários estados brasileiros e que elogiaram muito a programação, é sensacional”, comemora Eugênio Puppo.

De acordo com Matheus Sundfeld, a Mostra de Cinema de Gostoso é uma das últimas mostras que acontecem no final do ano.  “Nosso maior desafio é manter o olhar para a produção independente, não só para os filmes escritos, mas os que são exibidos em outros festivais e principais produtoras, de modo que essa é uma curadoria sempre mais complexa de se fazer por conta disso, por conta desse olhar para toda a produção do cinema independente brasileiro do ano”, declarou Matheus Sundfeld.

A 10ª Mostra de Cinema de Gostoso foi apresentada pela Petrobras e Salinor, através da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura. Contou com o patrocínio da Coca-Cola, Governo do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Lei Câmara Cascudo, Grupo Banco Mundial, Governo Cidadão e Governo do Rio Grande do Norte - Secretaria de Turismo. Com apoio institucional da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso e também o apoio da Interjato, Maxillusion, Visite RN, Emprotur, Pousada dos Ponteiros, Restaurante Balica, Sebrae-RN, Serveng, Inter TV, BrLab, DOT e Mistika. Realização: Heco Produções e CDHEC.  

CONFIRA OS VENCEDORES DA 10ª EDIÇÃO

JÚRI POPULAR

Melhor Longa-metragem – “O Dia Que Te Conheci”, de André Novais Oliveira

Melhor Curta-metragem – “As Marias”, de Dannon Lacerda

JÚRI DA CRÍTICA

Melhor Longa-metragem – “Saudade Fez Morada Aqui Dentro”, de Haroldo Borges

Melhor Curta-metragem – “A Edição do Nordeste”, de Pedro Fiuza

MENÇÃO HONROSA

“Estranho Caminho”, de Guto Parente

Lenium - Criar site de notícias