21°C 27°C
Natal, RN
Publicidade

BNDES e Petrobras investem R$ 47,3 milhões na recuperação de manguezais e restingas

A iniciativa é voltada ao cuidado com áreas degradadas e à proteção da biodiversidade e adaptação às mudanças climáticas

28/11/2023 às 17h34
Por: Adrovando Claro Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Compartilhe:
 BNDES e Petrobras investem R$ 47,3 milhões na recuperação de manguezais e restingas

Oito projetos vencedores do edital “Manguezais do Brasil” vão contar com R$ 47,3 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Petrobras para ações de recuperação da vegetação nativa em áreas de manguezal e restinga nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil. A iniciativa está voltada à recuperação de áreas degradadas para proteção da biodiversidade e adaptação às mudanças climáticas.
 

"Com este apoio a projetos de recuperação, vamos contribuir para a conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos, a remoção de dióxido de carbono da atmosfera e a geração de emprego e renda nas comunidades impactadas”

Aloizio Mercadante, presidente do BNDES
 

Os recursos serão aplicados na recuperação de 1.757 hectares de vegetação, o equivalente a 2,2 mil campos de futebol, em três macrorregiões (Costa Norte, Nordeste/Espírito Santo e Sul/Sudeste) definidas pelo Plano de Ação Nacional para a Conservação das Espécies Ameaçadas e de Importância Socioeconômica do Ecossistema Manguezal, do ICMBio. A gestão operacional e a execução dos projetos ficarão a cargo do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), parceiro gestor do Floresta Viva.
 

“Devido à sua localização na costa litorânea, esses ecossistemas sofrem ameaças decorrentes da expansão urbana e de atividades humanas. Com este apoio a projetos de recuperação, vamos contribuir para a conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos, a remoção de dióxido de carbono da atmosfera e a geração de emprego e renda nas comunidades impactadas”, disse o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.
 

"O manguezal, ecossistema do bioma Mata Atlântica que será restaurado por esses projetos, é um importante aliado na mitigação das mudanças climáticas. Através dessa parceria com o BNDES, reforçamos nossa contribuição para transformar nossos resultados em retorno para a sociedade e o meio ambiente", afirmou Jean-Paul Prates, presidente da Petrobras.
 

SELEÇÃO - O projeto “CO2 Manguezal”, da Fundação Vovó do Mangue, vai receber R$ 5,4 milhões para ações de restauração de 200 hectares na área da Área de Proteção Ambiental Baía de Todos os Santos e da Reserva Extrativista Marinha Baía do Iguape (BA). “A ideia é atuar nas comunidades em dois ou três municípios (Maragogipe, São Francisco dos Santos e Vera Cruz), a partir da educação ambiental de crianças e adultos", explicou Luiz Carlos, diretor geral da fundação.
 

Para a restauração de 316 hectares de manguezais em São Paulo e no Paraná, o projeto “Entre Mangues e Caranguejos”, da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), terá R$ 5,7 milhões. Em área correspondente a antigas pastagens de búfalos da Reserva Natural Papagaio-de-cara-roxa (RNPCR), em Guaraqueçaba (PR), a iniciativa inclui monitoramento de fauna a partir da avaliação dos estoques de caranguejo-uçá. "O edital proporciona uma oportunidade única em busca de resultados de grande escala na conservação dos manguezais do país", afirmou o diretor executivo da SPVS, Clóvis Borges.
 

Veja cada uma das instituições com projetos selecionados no Edital Manguezais do Brasil:
 

Proposta Valor Hectares Estado Área de atuação
FEST – Fundação Espírito-Santense de Tecnologia R$ 7.154.1950,28 200 ES Estuarino dos rios Piraquê-Açu e Mirim (Aracruz/ES)
SPVS – Instituto de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental R$ 5.725.560,28 316 SP / PR Mosaico Lagamar – Guaraqueçaba (SP/PR)
SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial R$ 5.487.523,03 220 RJ Baía de Sepetiba e Rebio Guaratiba (RJ)
Fundação Vovó do Mangue R$ 5.378.487,30 200 BA Resex Baía de Iguape, Foz do Rio Jaguaripe (BA)
Instituto Terra de Preservação Ambiental R$ 5.740.855,00 201 RJ Fundo da Baía de Guanabara (RJ)
SOS Sertão – Organização Sertaneja dos Amigos da Natureza R$ 4.493.915,00 220 PB APA Barra do Mamanguape (PB)
Fundação Sousândrade de Apoio à UFMA R$ 4.781.712,00 200 PA / MA Cinturão Pará-Maranhão (PA/MA)
Instituto Coral Vivo R$ 8.552.974,69 200 BA Resex Cassurubá e Resex Corumbau (BA)
Lenium - Criar site de notícias